Noticias

Saiba o que será discutido na Assembleia Geral da CNBB

   28/04/2014
Fonte: www.cancaonova.com   

O evento reúne, anualmente, bispos de todo o Brasil para tratar de temas de importância para a Igreja e para a sociedade

 


O Canção Nova em Foco desta semana fala sobre a próxima Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O secretário geral da CNBB, Dom Leonardo Ulrich Steiner, fala sobre os temas que serão tratados nesta 52ª edição do evento e explica que esta também é uma ocasião para reflexão pessoal e convivência entre os bispos.

 


O evento, que deve reunir mais de 300 bispos de todo o Brasil, tem como tema central “Comunidade de comunidades: uma nova paróquia”. O assunto foi analisado pela Assembleia no ano passado, mas Dom Leonardo explica que, devido à importância do tema, os bispos definiram que a discussão e a reflexão continuaria.



 

“Uma paróquia, muitas vezes, é formada de muitas comunidades, por isso, ‘comunidade de comunidades uma nova paróquia’. Durante o ano que passou, refletimos e discutimos em todas as dioceses do Brasil e essas contribuições voltam a essa Assembleia”. Para Dom Leonardo, a participação das igrejas particulares foi “extraordinária.”

 


O papel dos leigos na missão da Igreja também será um tema prioritário. O secretário geral da CNBB destaca que, cada vez mais, o leigo tem participado da vida da Igreja, seja pelos meios de comunicação, nas próprias comunidades ou ainda como missionários, até mesmo fora do Brasil.

 


“O papel, ministério, presença do leigo é muito importante, pois temos, cada vez mais, depois do Concílio Vaticano II, descoberto essa verdadeira vocação do leigo na Igreja. O Concílio nos ajudou a partir da Lumen Gentium a considerar o leigo realmente da Igreja, como Igreja. Isso faz com que despertemos para a missionariedade do leigo. A tarefa daquele que é batizado é a mesma do ministro ordenado, estamos cada vez mais despertando para essa vocação do leigo na Igreja.”

 


Além desses temas prioritários, vários outros assuntos estão na pauta das discussões. A 3ª Assembleia Geral Extraordinária do Sínodo dos Bispos que refletirá sobre a Família está entre elas. O presidente da CNBB, Dom Raymundo Damasceno, será um dos bispos brasileiros que participará do evento que acontecerá em Roma em outubro deste ano. “Os Bispos irão discutir em grupos o tema, ajudarão assim o presidente da CNBB a levar ainda mais contribuições da parte da nossa conferência episcopal.”

 


Eleições

Diante da proximidade das eleições presidenciais deste ano, os bispos farão durante a Assembleia uma mensagem para os fiéis para ajudá-los a pensar sobre a responsabilidade do voto. “Será um texto propositivo”, explica Dom Leonardo, que defende a fiscalização do eleitor após as votações.

 


“Acompanharmos aqueles que nós votamos é muito importante, não apenas darmos o nosso voto e deixamos as coisas correrem. Não, precisamos acompanhar o que nossos representantes votam, as propostas deles para a sociedade brasileira, para o estado, isso tudo temos que acompanhar, e, quando necessário, protestar contra decisões que desejam tomar ou mesmo tomadas que não condizem com a realidade, com o direito da pessoa humana.”

 


Retiro

Para além das discussões sobre temas de relevância para a Igreja e a sociedade os Bispos também tem na Assembleia um momento para um retiro. Segundo Dom Leonardo, é uma ocasião em que eles podem silenciar, ouvir, receber orientações e indicações sobre a própria vida e missão.

 


“É um momento muito bonito, nos procuramos mutuamente para confissão, para um momento de diálogo, oração. Muitas vezes encontramos dois, três bispos andando, rezando o terço em comum”, lembra.

 


A 52ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil acontece do dia 30 deste mês até 9 de maio em Aparecida (SP).

 Catedral Sagrado Coração de Jesus, Todos os Direitos Reservados. Copyright 2018
Desenvolvido por: NIVELDIGITAL