Artigos
Cerimônia ou celebração



 
Em tempos idos, a Liturgia era considerada a cerimônia oficial da Igreja. Era no tempo que os católicos iam à igreja para assistir missa, ver batizados, ver a crisma... Era comum, pois, ouvir falar em cerimônia da Missa, cerimônia do Batismo, cerimônias religiosas.
Há 50 anos, com o Concílio Vaticano II, a Igreja mudou o modo de entender a Liturgia. Você que freqüenta a Liturgia não ouve mais falar de cerimônia litúrgica. Hoje se diz celebração litúrgica; celebração da missa, por exemplo, celebração do Batismo, celebrar a Penitência.
A cerimônia diz respeito ao modo exterior de um ato ou de atos ritualizados. Uma série de ritos que alguns realizam e outros assistem. Pede presença, mas pouca participação, como por exemplo aplaudir algum discurso. Celebração, ao contrário, envolve a vida da gente e exige participação. Não se pode pensar em celebração sem participação, porque a participação é uma exigência da celebração. A cerimônia está ligada a formalismos e prescrições. Alguém faz, outros assistem e se mantém a uma certa distância. Vê ritualismos, mas não toma parte nos ritos. É fácil perceber a diferença entre cerimônia e celebração. Mas, o mais importante está no fato que toda celebração está ligada à recordação de alguma coisa importante: um acontecimento, uma pessoa. Por isso, na Liturgia celebra-se um acontecimento, celebra-se um pessoa.
A este ponto é evidente que não é mais possível confundir Liturgia como a cerimônia oficial da Igreja. A Liturgia é mais que cerimônia; é memória: recorda uma pessoa: Jesus Cristo; recorda um acontecimento: o Mistério da Salvação de Deus. Cerimônia não rima com Liturgia. Afinal, nós não fazemos cerimônia de Jesus Cristo nem da Salvação. Fazemos memória, no sentido teológico de “memorial” de tornar atual; atualizar. Recordar no sentido de (re+cordis = coração): trazer de novo para o coração dos celebrantes, para o coração da Igreja, para o coração do mundo. Na Liturgia, portanto, celebramos Jesus Cristo, celebramos a Salvação, celebramos nossas vidas com Cristo, por Cristo e em Cristo.
Serginho Valle
Coordenador do SAL – Serviço de Animação Litúrgica
www.liturgia.pro.br
 Catedral Sagrado Coração de Jesus, Todos os Direitos Reservados. Copyright 2018
Desenvolvido por: NIVELDIGITAL